quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Cunha pede ao Supremo para voltar à Câmara

Deputado alega que foi eleito pelo voto popular e que não pode ser impedido de exercer o mandato
O deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para voltar a exercer o mandato parlamentar.O jornal O Globo recorda que o peemdebista está afastado desde maio, por decisão do próprio tribunal que entendeu que Cunha estaria usando o mandato para manobrar no sentido de tentar atrapalhar as investigações contra ele no STF e no Conselho de Ética da Câmara.

O pedido apresentado pela defesa de Cunha alega que o deputado obteve o mandato pelo voto popular e, por isso, não poderia ser impedido de exercê-lo. Além disso, os advogados argumentam que seu afastamento não é mais necessário pois Cunha já não é mais presidente da Câmara, logo não poderia mais usar o cargo para obstruir as investigações.

A publicação destaca ainda que, segundo a defesa, o processo contra o deputado no Conselho de Ética está adiantado e, como ele não está no Congresso, a defesa está sendo prejudicada.O ministro do STF, Teori Zavaski, relator da Lava Jato, irá analisar o pedido de Cunha, mas não há previsão de



imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo