quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Saúde publica esta um caos e GDF aguarda melhor momento para fazer entrega de 30 viaturas

Enquanto pacientes correm risco de morte e equipes do Serviço de Atendimento Médico de Urgência reclamam, seja por falta de ambulâncias, ou pelo sucateamento das existentes, cerca de 30 ambulâncias novas, compradas pela Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF) estão paradas no pátio do Parque Tecnológico de Apoio da SES.  A denúncia foi oferecida por três servidores, ao longo dessa semana, que pedem para não serem identificados.
De acordo com um dos denunciantes, que pede, para não ser identificado, as ambulâncias passaram por procedimentos de vistorias e emplacamentos e, em vez de serem encaminhadas às unidades de saúde, foram para o pátio, aguardar o famoso “evento entrega” por parte do governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB).
“Podia dar uma olhadinha nas novas ambulâncias que a SES adquiriu recentemente e iniciaram a chegada duas semanas. Na semana passada, elas passaram pelos últimos procedimentos, tais como, vistoria no DETRAN, emplacamento, emissão da documentação e vistoria da SES e abastecimento inicial. Contudo, as ambulâncias não são entregues para uso das superintendências pois querem fazer um evento de entrega com a presença do governador. Este evento ainda não tem data.”, sugeriu.
De acordo com o denunciante, entre 40 e 45 unidades estão em condições precárias e a necessidade de ambulâncias nas unidades da saúde, remonta a um pedido recente, do relator da CPI da Saúde, na Câmara Legislativa do DF, Lira (PHS) que, durante oitiva do subsecretário de Administração Geral (SUAG), Marcelo Nóbrega, disse que tomou conhecimento da aquisição das ambulâncias e pediu que direcionasse uma para São Sebastião.Sob esse prisma, outro servidor da SES-DF sugere o aburdo de prática recorrente por parte de Rollemberg de querer fazer imagem propositiva em questões delicadas.
“É um absurdo as unidades da SES terem por volta de 40 a 45 ambulâncias precárias para uso diário e terem 30 ambulâncias novas e sem uso aguardando o governador para fazer agenda positiva somente após os problemas atuais da Câmara Legislativa para não ofuscarem a entrega.”.
Prática Recorrente?
Não por um acaso, o ex-governador, Agnelo Queiroz (PT)(27/Ago/2012) foi alvo de críticas após fazer exposição de viaturas adquiridas pelo GDF para completar a frota da Polícia Militar do DF (PM-DF). Na época, parte da população do DF avaliou que em vez de fazer exposição dos veículos que fossem colocados em circulação para ajudar no combate à criminalidade.
A outra parte
Questionado por Política Distrital quando as ambulâncias seriam disponibilizadas às unidades de Saúde, por meio da Assessoria de Comunicação (ASCOM), a SES-DF, se limitou a informar que as ambulâncias estão em “processo de incorporação ao patrimônio”.


“Ainda serão produzidos os cartões de abastecimento e o cadastro dos veículos na empresa que presta esse serviço. Após a conclusão dessas etapas, as ambulâncias estarão disponíveis para atendimento.”.
Porém, ao insistir no posicionamento e questionar por uma segunda vez, a SES-DF informou não haver prazo para entrega: “A Secretaria de Saúde trabalha para que os veículos comecem a atender o mais brevemente possível.”.
Crise na CLDF
Se a pretensão do governo for realmente aguardar a crise na CLDF acabar, será que a população do DF terá novas ambulâncias na gestão Rollemberg?
fonte:Kleber Karpov

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo