domingo, 23 de abril de 2017

Pretta de DJ à caminhoneira

No ultimo mês de março conhecemos a Diva e guerreira Nadisandra, (Qra)
Preta, Natural da cidade de Camaquã-RG, filha do Sr. José Carlos, mestre de obras aposentado e Nadir dona de casa, mãe da linda moça Ohana(18) estudante do terceiro ano. Preta reside hoje na cidade de Canoas – RS , mas tem como endereço o chamado Azulão, onde passa maior parte do tempo. Ela que foi Dj, tal profissão lhe concedeu apelido hoje estradeiro e intitulado como QRA.PRETTA, auxiliar contábil e digitadora largou tudo pela vida na estrada. Ha dezoito anos atrás ela se apaixonou pelas carretas e encarou o desafio de buscar novos rumos. É do tipo mulher que adora um desafio, nada à intimida.

Ela nos confidenciou “Tive várias situações na estrada, boas e ruins como em qualquer profissão, costumo lidar com pessoas de vários níveis, do mendigo de rua ao proprietário de empresa, e com todos aprendo todos os dias, costumo dizer que me igualo à SOCRATES, nada sei, aprendo sempre!” Caso recente salientado, foi de uma moça que conheceu em Formosa – GO, a mesma realizou trabalho de chapa.
Ajudante prestando seus serviços à empresa Stumpf à qual Preta trabalha. Moradora da cidade de Formosa, mãe de seis(6) filhos, não se acanha para serviço, pega no pesado igual qualquer colega, os quais lhe protegem como podem, por ser um trabalho de massa física, mas dali tira o sustento de seus filhos. Outro caso foi de um mendigo, o qual com fome, recebeu alimento de Preta e depois dormiu embaixo da carreta da mesma, fazendo-lhe segurança, pois vândalos encontravam-se próximo, amizade? Anjo de guarda? Foi o que ficou entre ela e o mendigo, o qual nunca mais o viu. Outro caso foi em uma empresa no Estado da Bahia, onde foi carregar e teve recepção calorosa do
pessoal, os mesmos recebiam pela primeira vez no estabelecimento, a presença de uma mulher Carreteira, fotos e entrevista para o jornal interno foram feitos.
No inicio enfrentou preconceitos, até porque é uma linda mulher, de estatura pequena.  Pretta nos confidenciou, um tanto quanto emocionada, que também já sofreu bullying em um posto de fiscalização por um Agente do Governo, o qual não vem ao caso citar estado, e que foi amparada pelo próprio policiamento do estabelecimento, buscando seus direitos junto à delegacia local. Mesmo assim ela não se deixou intimidar e enfrentou a situação de cabeça erguida, se fazendo respeitar como mulher e principalmente como profissional que era.
                                              Suas duas paixões sua Filha e sua égua
Em minha casa-para uma descontraída entrevista e tomar um vinho.
Ninguém para esta mulher, mesmo na estrada encontrou um jeito de voltar estudar, nas dependências do caminhão de forma EAD. Iniciou sua faculdade em 2010 e em Agosto de 2012 realizou a colação de grau no curso de Graduação em Tecnologia em Logística, e no  mesmo semestre ingressou no curso Pós – Graduação em Gestão Logística Empreendedora, ainda lhe falta um semestre para a colação de grau. Cita: “ Não foi fácil, teve um semestre que realizei 10 cadeiras, fazendo região do Nordeste, mas foco, força e fé me levaram a ascensão”.
Pretta com pais acima e suas duas paixões!!
Adorei conhecer esta diva mulher guerreira!! Fica o exemplo que é possível chegar onde se quer, basta ter foco e determinação.
                                           Com Amigos pelas estradas, por onde vai passando.
Amigas de profissão 
Com Colega- Rosilda Cunha
                    Mande vc também sua história. E-mail: redacaog@gmail.com



imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo