sexta-feira, 9 de junho de 2017

Sapato apertado e corte inadequado são principais causas de unha encravada

Além da dor, podem ocorrer infecções e inchaço no local
O uso constante de calçados apertados e o corte inadequado das unhas

podem gerar seu encravamento. O que consiste em a unha crescer para dentro da pele lateral e ocasionar dor, vermelhidão e o aumento do tecido da região, devido ao processo inflamatório. Para minimizar essas ocorrências, deve-se evitar o corte do canto lateral da unha na forma diagonal.
O médico dermatologista, Luciano Morgado, explica que podem ocorrer inflamações com inchaço no local e infecção secundária e, na maioria das vezes, é necessária a utilização de antibióticos para o tratamento. “Dependendo da gravidade da lesão, pode dificultar caminhar e realizar atividades físicas” exemplifica.

 Os tratamentos devem ser determinados de acordo com a avaliação médica, conforme o caso. Em casos mais leves, pode-se tentar o uso de pomadas com antibiótico e corticoide, além de anti-inflamatórios orais para tentar controlar os sintomas e desencravar a unha. O uso de órteses ungueais (pequena tala com memória que ajuda a abrir a unha) pode ajudar nos casos mais leves, além de tratamentos de podologia para desobstruir o canto lateral da unha.
Em casos reincidentes e mais intensos, a cirurgia dermatológica com fenol é a mais adequada. Nessas cirurgias, o canto lateral da unha encravada é retirado, evitando que a unha cresça novamente naquela região. Outra técnica cirúrgica é a retirada em bloco da unha encravada lateral com a matriz correspondente, havendo pontos na área. “O pós-operatório da cirurgia ungueal gera um pouco de incômodo. Normalmente o paciente só consegue usar sapatos fechados após 2 semanas”, completa.
Corpo Clínico
Dra. Ana Regina Franchi Trávolo – Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD); membro titular da SBD; membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica – SBCD; membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia; membro da InternationalAssociationofAesthetic Medicine; graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto – FAMERP e fellow em Dermatologia e Laser pelo Hospital Ramon Cajal, na Espanha.

Dr. Luciano Ferreira Morgado – Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD); membro titular da SBD; membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica – SBCD; membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia; membro da InternationalAssociationofAesthetic Medicine; pós-graduado em Cirurgia Dermatológica, Laser e Dermatologia Estética pela FM-ABC São Paulo; graduado em Medicina pela UnB e mestre em Terapia Fotodinâmica com Nanotecnologia pela Universidade de Brasília.
 Serviço:
Monte Parnaso – Cuidados à flor da pele
Centro Médico Júlio Adnet, SEPS 709/909, Bloco A, Clínica 9, 1° subsolo.
Contato: (61) 3263-0833 / 3263-0834
www.monteparnaso.com.br
Siga também os perfis nas redes sociais.

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo