sábado, 12 de agosto de 2017

Detran produz e recicla placas de trânsito

No primeiro semestre mais de 3.900 placas foram implantadas e recuperadas com o apoio de 27 apenados da Funap

Em outubro de 2010, o Detran deu início ao ousado projeto de produção de placas de sinalização de trânsito. Na época, a ideia de dispensar a empresa contratada e realizar todo o processo de produção e instalação da sinalização vertical era um desafio. 
 Com muito trabalho, o aparente lixo foi transformado. De início, 27 mil placas e 12 mil postes foram reciclados. A partir daí, o Núcleo de Sinalização Estatigráfica (Nuest) foi sendo consolidado. Atualmente, o trabalho vai desde a produção da matéria-prima, por meio da reciclagem, até a instalação na via pública. São 38 servidores, sendo 27 da Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap).
 Na organizada fábrica, a qualidade do material produzido é essencial. O trabalho do Nuest inclui, além de produzir e recuperar placas, implantar a sinalização vertical e horizontal. Somente no primeiro semestre deste ano, foram colocadas 1.892 placas nas vias. Outras 1.309, amassadas ou caídas, foram recuperadas no local e mais 710 placas foram recicladas.
 Recuperando pessoas
 O Nuest conta com o trabalho de 27 apenados da Funap. Ao receber essa mão de obra, além de ampliar o trabalho do Núcleo, o Detran contribui para a reintegração social das pessoas egressas do sistema prisional.
 Luiz Alves de Brito, chefe do setor, destaca o bom relacionamento com os apenados e a importância dessa oportunidade. “Todos são tratados igualmente, sempre comemoramos os aniversários, e alguns ficam emocionados, pois nunca tiveram uma festa. Deixo claro que aqui entrou o homem, o crime ficou lá fora”, afirma.
Assessoria de Comunicação
Departamento de Trânsito do Distrito Federal
facebook.com/detrandf
http://www.detran.df.gov.br/

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo