Transito: Chegada das chuvas exige mais cuidado no trânsito

Com a chegada das chuvas, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal vai focar ações educativas nos cuidados ao dirigir com a pista molhada e baixa visibilidade, sem deixar de lado as orientações direcionadas à segurança do ciclista e do pedestre.

“A segurança dos ciclistas é algo que sempre nos preocupa, mas também precisamos alertar sobre os riscos de acidentes que as chuvas trazem. Por isso, além de continuar com o projeto Bike em Dia, nossos educadores vão levar à população dicas de como dirigir nesse período chuvoso e dos cuidados com a manutenção do veículo”, explica a diretora substituta de Educação, Magda Brandão.

No domingo (18), das 7h às 13h, haverá ação educativa com palestras de rua para condutores, ciclistas e pedestres, na W3 Sul. Na terça-feira (20), das 10h30 às 11h30, os educadores de trânsito farão blitz educativa em Taguatinga, em frente ao Supermercado Superbom, da EQNL 13/15. O objetivo é alertar condutores e demais usuários sobre os cuidados de dirigir sob chuva e os riscos de usar o celular ao volante.

Na quarta-feira (21), das 10h30, às 11h30, as equipes de educação realizarão blitz educativa na via de ligação da W3 Sul com a W3 Norte, com o objetivo de alertar sobre os riscos de dirigir com a pista molhada e de fazer uso do celular enquanto dirige.

Bike em Dia

Esta semana, o projeto Bike em Dia será realizado no Núcleo Bandeirante e na Samambaia. Na terça-feira (20), das 18h às 21h, os educadores montarão a tenda com banners educativos, exposição de viaturas e materiais informativos, na ciclovia no Núcleo Bandeirante (SMPW Trecho 2). 

Na quinta-feira (22), das 18h às 21h, a ação será na ciclovia de ligação de Samambaia Sul e Norte, próximo ao Corpo de Bombeiros. Os educadores vão orientar, por meio de breves palestras e entrega de material educativo, sobre os cuidados essenciais do ciclista no trânsito e na manutenção preventiva da bicicleta.



Mobilidade: Detran-DF orienta sobre os riscos de dirigir no período de chuvas

Asfalto molhado, baixa visibilidade e excesso de velocidade aumentam os riscos de acidentes
Com a chegada das chuvas, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) orienta os condutores a redobrarem a atenção, pois o extenso período de estiagem deixou grande acúmulo de sujeira, fuligem e óleo no asfalto e isso, associado à água, deixam as vias escorregadias. A combinação de asfalto molhado, a baixa visibilidade e as poças d'água aumentam o risco de acidentes de trânsito.

No período de chuvas o condutor deve reduzir a velocidade, aumentar a distância do veículo da frente e usar o ar-condicionado, ou abrir um pouco os vidros, para melhorar a visibilidade.  Ao atravessar poças, deve manter a aceleração contínua em primeira marcha. E no caso de locais muito alagados, é recomendado deixar o nível da água baixar. Também é importante usar o farol baixo, que torna o veículo mais visível, e é imprescindível o uso da seta para indicar a mudança de direção.

O Detran-DF ainda recomenda que o condutor observe as condições do veículo, realizando a revisão dos pneus, freios, limpadores de para-brisas e faróis. Toda a parte elétrica do veículo também deve ser constantemente verificada, já que fusíveis e lâmpadas queimam com mais facilidade quando são molhados.

Dicas:
·       Faça revisão dos pneus, freios, limpadores e faróis do veículo;
 ·       Mantenha os pneus calibrados e evite frear quando cair em um buraco para diminuir o efeito do impacto;
 ·       Para ter melhor visibilidade use o ar-condicionado e o desembaçador elétrico traseiro ou abra um pouco os vidros para deixar o ar circular pelo carro;
 ·       Reduza a velocidade e mantenha maior distância do veículo da frente;
 ·       Se houver pouca visibilidade em função de chuva ou neblina, pare e espere as condições do tempo melhorarem, caso possa fazer isso com segurança;
 ·       Evite freadas ou mudanças bruscas, pois o acúmulo de água na pista pode provocar a aquaplanagem, quando os pneus perdem o contato com o asfalto;
·       Utilize sempre a luz de seta para indicar mudança de direção;
·       Em caso de enchente, abandone o veículo assim que o nível de água atingir o batente do carro, pois pode começar a boiar.

LÍDERES DO SETOR IMOBILIÁRIO CELEBRAM A DATA NACIONAL DO CORRETOR DE IMÓVEIS




RE/MAX no Distrito Federal
O presidente do Sistema Cofeci-Creci, João Teodoro da Silva, e o empresário Leonardo Guerra, franqueado máster da marca imobiliária RE/MAX no Distrito Federal, celebraram juntos a Data Nacional do Corretor de Imóveis.

Eles participaram de solenidade organizada pelo Creci-DF (Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Distrito Federal). Coordenada pelo presidente do Creci-DF, Geraldo Nascimento, a cerimônia credenciou novos profissionais para atuarem como corretores imobiliários em Brasília. 

A RE/MAX é uma organização internacional imobiliária fundada em 1973, no Estados Unidos. No mundo todo, possui mais de 123 mil corretores de imóveis, atuando em 110 países. No Brasil, a empresa começou a atuar em 2009.

Embaixador brasileiro é homenageado pelo governo do Vietnã

O embaixador brasileiro, Marco Brandão, que esteve à frente da embaixada do Brasil no Vietnã, foi agraciado com a Medalha da Amizade do governo daquele país.A cerimônia de entrega, aconteceu na sexta-feira (20), na sede da representação diplomática em Brasília, promovido pelo embaixador do Vietnã no Brasil, Do Bah khoa.A medalha é a mais alta honraria concedida pelo governo vietnamita a estrangeiros. Ela é concedida a pessoas que fizeram algum trabalho “Pela paz e amizade entre os povos”, e especialmente, alguma colaboração ao Vietnã. Durante cerimônia o embaixador brasileiro falou de seu trabalho no Vietnã e das excelentes relações bilaterais entre os dois países.
Embaixador:Do ba Koa e Embaixador Brasileiro. Fonte BSBFhash

Mobilidade: Ônibus escolar capota no DF: 12 estudantes e motorista ficam feridos


Um ônibus escolar com 21 crianças e adolescentes, com idade entre 4 e 15 anos, capotou nesta quinta-feira (29/08/2019) na área rural de São Sebastião.

Segundo o Corpo de Bombeiroso, 12 estudantes e o motorista do coletivo ficaram feridos e foram encaminhados aos hospitais regionais do Paranoá e Sobradinho em ambulâncias.
Uma aluna de 12 anos foi transportada no helicóptero dos bombeiros ao Hospital de Base do DF (HBDF), com dores abdominais, fratura na perna e cefaleia.

A aluna Rayza Isabela Leite, 14 anos, viveu momentos de pânico junto com os colegas. Segundo a adolescente, o ônibus seguia sozinho na pista de terra batida. “O motorista estava indo na direção da Igreja Divina. Ia deixar a menina pequena, a Maria Clara. E indo nessa curva, estava correndo um pouco. Tinha muito cascalho na pista. E capotou”, contou ao Metrópoles.
“Ele perdeu o controle. Gritou: ‘Tá solto'”, relembrou. “Na hora, foi aquele desespero. Todo mundo gritando. Inclusive, a Geovana [que foi resgatada de helicóptero], ela ficou chorando com as amigas dela. E eu fiquei um pouco apavorada e preocupada com todo mundo”, disse.

Pais e familiares foram acionados para buscar os alunos que não ficaram feridos. Eles moram no Rancho Aguilhada. O ônibus transportava estudantes do colégio Nova Betânia, da rede pública do DF, que retornavam para casa após a aula.

No começo deste semestre, o ônibus, de 2011, passou por vistoria rigorosa, segundo o chefe da Unidade de Infraestrutura e Apoio Educacional da Secretaria de Educação, Carlos Teixeira. De acordo com a pasta, o veículo está com a documentação em dia e o motorista, Ildênio Pereira de Queiroz, tem histórico positivo e experiência. O condutor sentiu dores na costela e também foi encaminhado ao Hospital de Base. A monitora não se machucou.


A empresa Pollo Turismo oferece 62 ônibus nos horários matutino e vespertino, em 124 percursos. 
Procurada pelo Metrópoles, a companhia não quis comentar o caso.
“Essa pista é brava. Se o carro solta, é difícil. Eu tenho 30 anos de secretaria. Há muitos anos estou na área de infraestrutura, quantas vezes não pedimos o asfaltamento? E nada”, disse Carlos Antônio da Silva Teixeira. Segundo técnicos da Educação, o grande problema da região do Núcleo Rural Aguilhada é a pavimentação das pistas de terra batida.

Os bombeiros atuaram na ocorrência com 11 viaturas, três motos-resgate, uma aeronave e 43 militares.
Com informações do Metrópoles




© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo