Divas aos 60 Longevidade #terceiraidade #Malusilvadf #Longevidadei

Em noite fria, idosa é abandonada na porta de asilo em SC

Polícia Militar foi acionada e o caso foi denunciado como abandono de incapaz
Uma idosa foi deixada na porta de um asilo particular em Brusque, no Vale do Itajaí, na noite desta ultima quarta-feira (11), quando os termômetros marcavam 10ºC. A senhora não soube informar a idade que tem.De acordo com o G1, a Polícia Militar foi acionada e o caso foi denunciado como abandono de incapaz.

"Nós chamamos a polícia, porque é um caso de polícia. Um abandono de um incapaz é caso de polícia. Então a gente nem poderia receber porque iríamos se complicar", disse o presidente do asilo, Max Otto Reigert.O delegado Wesley de Sousa Costa, da Polícia Civil de Brusque, informou que vai abrir um inquérito sobre o caso.

Os mesmos familiares que a deixaram no local a levaram de volta para Tijucas, na Grande Florianópolis, na quinta-feira (12).

Câmeras de segurança do asilo registraram o momento emque um carro vermelho chega em frente ao local, às 23h46 de quarta. A idosa carrega malas e segue em direção ao portão do asilo. O carro vai embora e ela toca o interfone e espera que alguém apareça. Em outro vídeo, a idosa surge enrolada numa coberta, conversando com uma funcionária do asilo e chorando.

Segundo o secretário de Assistência Social de Brusque, Davis da Silva, a senhora foi levada para o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). A família foi encontrada em Tijucas e acionada.

Idoso tem braço e tronco engessados por cima de roupa em UPA de BH

Nas imagens, é possível ver que apenas a mão do homem fica de fora
Um caso envolvendo um idoso de 61 anos deixou alguns moradores do Leste de Belo Horizonte indignados, na manhã desta sexta-feira (27). O homem foi engessado por cima da roupa após ser atendido em uma Unidade de Pronto Atendimento da cidade.

Um vídeo gravado por duas mulheres mostra o aposentado com toda a parte inferior do tronco e o ombro direito engessados por cima da roupa. Nas imagens, é possível ver que apenas a mão dele fica de fora e a camisa suja de massa branca.

Questionada sobre o ocorrido pela Record, a Secretaria Municipal de Saúde informou que o paciente passou por um procedimento de imobilização temporária. Depois disso, ele já foi submetido a outro exame de raio-X e recebeu outro tipo de imobilização. A pasta informou ainda que abriu um processo administrativo para apurar o caso.

Após o vídeo "viralizar" nas redes sociais, médicos da unidade de saúde foram até a casa do idoso, que foi encaminhado à UPA novamente. O material foi retirado e, no momento, ele aguarda cirurgia.

Número de idosos com HIV no Brasil cresce 103% na última década

O número de infectados acima de 60 anos tem aumentado ano a ano. Tendência é mundial e, em 2030, 70% das pessoas nessa faixa etária terão o vírus se nada for feito.
Em 10 anos, o número de idosos com HIV no Brasil cresceu 103%, segundo dados do Ministério da Saúde. A falta de políticas públicas, o tabu que envolve a vida sexual de pessoas acima de 60 anos e o comércio de medicamentos para disfunção erétil são os principais fatores que se articulam para gerar o alarmante dado, segundo especialistas. 
Dados recentes do Boletim Epidemiológico de 2017 apontam que, em 2016, quando foram registrados 1.294 casos, houve o crescimento de 15% no índice de pessoas acima de 60 anos com o vírus. Em 2015, por sua vez, aumentou 51,16%, com 1.125 pessoas infectadas, em relação aos números de 2014, quando 856 foram diagnosticados. O pior ano foi 2016, com 2.217 casos.

O aumento constante segue uma tendência mundial. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que, se o ritmo de infcções nessa faixa etária prosseguir como está, em 2030, 70% da população mundial com mais de 60 anos terá o vírus causador da Aids.

A infectologista Anita Campos explica que, atualmente, a epidemia é concentrada em jovens, principalmente em homens de 14 a 29 anos. No entanto, a atenção voltada aos idosos infectados deve ser redobrada. "O pensamento comum entre pessoas dessa geração ainda é antigo. Quando viveram a juventude, não havia a cultura do uso de preservativos", analisa Anita.

 Segundo ela, o uso da camisinha deveria ser uma pauta constante também para esse grupo de pessoas. A dificuldade de se debater a vida sexual de quem está acima dos 60 anos deve ser superada, defende. Atualmente, as campanhas ainda se concentram em outros perfis apontados como mais vulneráveis, como homossexuais, profissionais do sexo, pessoas transgêneras, usuários de droga injetável e presidiários.

A medida se torna ainda mais urgente quando se observa que o o vírus é especialmente agressivo em um corpo envelhecido. De acordo com a infectologista, o HIV acelera o envelhecimento e causa lesão direta em alguns órgãos, como rins e fígado.
Campos esclarece que a doença não se torna mais grave, mas o cuidado do médico deve ser mais elaborado e complexo, porque o idoso é mais suscetível a doenças crônicas que aparecem com o uso do coquetel antirretroviral.

 Combate ao HIV
Ativista e presidente da ONG Amigos da Vida, Christiano Ramos chama atenção, principalmente, para a falta de ações de combate ao HIV direcionadas aos idosos. Para ele, o governo precisa entender a necessidade dessa implementação, porque, muitas vezes, o vírus atua silenciosamente no corpo do paciente e os sintomas são confundidos com os das doenças da velhice, como diabetes, hipertensão e problemas renais.

Ramos atua, semanalmente, no Hospital O Dia, na Asa Sul, e acompanha idosos nas consultas. A realidade, sob os olhos de Christiano, escancara um problema cultural que afeta a saúde pública mundial. "O homem tem vergonha de falar que precisa recorrer a remédios; os médicos pressupõe que pessoas mais velhas não mantêm relações sexuais; as mulheres são anuladas sexualmente por toda a sociedade e não há a cultura do uso de preservativos em idosos. Por isso, eles tornam-se dados." 
Prevenção
Ao Correio, o Ministério da Saúde informou que, atualmente, as campanhas do governo focam na população mais jovem, por representarem os dados de maior crescimento no país. No entanto, as infecções sexualmente transmissíveis entre idosos é uma "preocupação constante da pasta."

"O Brasil vem diversificando as ações dentro de um conceito de prevenção combinada, que inclui distribuição de preservativos masculinos e femininos, gel lubrificante, ações educativas e ampliação de acesso a novas tecnologias, como testagem rápida (incluindo fluido oral), profilaxia pós-exposição e profilaxia pré-exposição (para o grupo de risco)", escreveu. 
Fonte: CorreiroBrasiliense

Feira oferece serviços de saúde, palestras e orientações para a terceira idade

Evento gratuito acontece no Taguatinga Shopping e contará com diversos profissionais de saúde
De acordo com dados do IBGE, a expectativa de vida do brasileiro vem aumentando a cada ano. Isso é comprovado no cotidiano, com idosos buscando atividade física, cuidando da saúde e mais envolvidos com diversas tarefas do dia-a-dia. O acesso a tratamentos, tecnologias, e informações também colabora para uma sociedade mais ativa. Tudo isso está acessível na Feira da Longevidade, que acontece no Taguatinga Shopping, nos próximos dias 02, 03 e 04 de março.

Pensando nessa população, a Feira da Longevidade traz serviços, tratamentos e orientações valiosas para a melhor idade se cuidar cada vez mais e buscar desenvolvimento do corpo e da mente para estar mais ativo nas tarefas diárias. “Prometemos atrações, serviços de utilidade pública, palestras, apresentações e oficinas, além de um talk show exclusivo comandado pela jornalista Liana Alagemovits”, detalha uma das idealizadoras da feira, Rachel Formiga.
Para participar das oficinas, a organização do evento pede doações de leite e fraldas que serão doadas para instituições indicadas pelo Taguatinga Shopping. Como se trata de um evento focado também no valor humanitário , no dia 14 de dezembro a Feira da Longevidade fará, nos moldes do ano passado, um evento beneficente no Lar dos Velhinhos – ao lado do Núcleo Bandeirante – no dia 14 de dezembro. O evento conta com o apoio da Corretora de Seguros BRB, da CAESB, do DETRAN, do G15, da Associação Brasileira de Clubes da Melhor Idade do Distrito Federal – ABCMIDF, e da Associação Comercial do Distrito Federal (ACDF) e da Federação das Industrias de Brasília – Fibra, busca oferecer opções para qualidade de vida para os que querem viver mais e melhor!
Programação anual

Março – Taguatinga Shopping nos dias 2, 3 e 4
Abril – Casa Park nos dias 26, 27 e 28
Junho – Centro Comercial Gilberto Salomão nos dias 14, 15 e 16
Agosto – Brasília Shopping nos dias 23, 24 e 25
Outubro – Terraço Shopping nos dias 1, 2 e 3
Dezembro – Lar dos Velhinhos 14 de dezembro
Serviço: Feira da Longevidade
Data: 02, 03 e 04 de março de 2018
Local: Taguatinga Shopping
Inscrições para oficinas: diretamente no site 
do evento: www.portallongevidade.com.br

Receita:Chá para a Menopausa

A menopausa representa o fim do período reprodutivo feminino. No momento em que o corpo se despede de uma vida fértil é hora de enfrentar as adversidades provocadas pelos ajustes ao novo ciclo. Nessa fase, o organismo da mulher passa por várias alterações, principalmente hormonais, que costumam ocasionar uma série de sintomas como: ondas de calor, insônia, irritabilidade, depressão, dores de cabeça, palpitações, dentre outros.

Por isso, em muitos casos, os médicos recomendam a reposição hormonal, para que esses sintomas sejam amenizados. Algumas ervas e produtos naturais também podem auxiliar nesse processo, minimizando os efeitos da menopausa. O chá que ensinamos a seguir é indicado como tratamento alternativo para reduzir os sintomas desagradáveis da menopausa, lembrando sempre que e essencial consultar um médico.
Ingredientes:


50 g de alquemila
50 g de mil folhas
50 g de sálvia
Modo de Preparo: Misture todas as ervas e guarde em um recipiente com tampa. Para preparar um xícara do chá, acrescente uma colher (chá) da mistura em 250 ml de água fervente. Deixe em infusão por 10 minutos, coe e tome ainda morno.

Posologia: Tomar duas xícaras do chá durante o dia: uma pela manhã, outra à noite.

Consequências da falta de estrógeno

A queda na taxa de estrógeno é a mudança mais brusca ocasionada pela menopausa. Isso, porque, o hormônio é um dos mais importantes para o metabolismo feminino. A queda do seu percentual no organismo da mulher, resulta em uma série de alterações para as quais muitas delas procuram por uma solução, mas não encontram.
Quando chega a menopausa, além da menstruação, em si, as mulheres ficam doidas para dar um adeus aos sintomas da Tensão pré Menstrual (TPM). Fato é que de agora em diante não serão apenas a irritabilidade e a necessidade de comer que farão parte da vida da mulher. Alterações de humor serão parte da rotina das mulheres que entraram nessa fase, resultando em crises de pânico e insegurança em seus casos mais graves.

A vida sexual também está sujeita a alterações já que com a queda de estrógeno a mucosa que reveste a vagina fica mais fina. O que pode propiciar incidentes de secura vaginal e a redução do libido. Fazendo com que as mulheres coloquem o assunto sexo em segundo plano. Além disso, as mulheres nessa fase da vida estão mais propícias ao desenvolvimento de corrimentos vaginais e infecções.

O ressecamento dos tecidos não se restringe a vagina. É comum que os cabelos e a pele apresentem um aspecto mais ressecado. Uma vez que o estrógeno é um dos principais fatores para manter o cabelo saudável, a falta dele provoca o efeito contrário em nosso organismo.

Em termos de lubrificação é comum notar alterações nas cartilagens. Por isso, a intensidade com que a osteoporose se desenvolve na falta desse componente hormonal. Sua ausência também provoca a calcificação, desfavorecendo as articulações.

O metabolismo do corpo também é prejudicado pela falta do hormônio,por isso, a sensação de fadiga e insônia. Esses sintomas se devem aos desajustes ocasionados pelo mal funcionamento do organismo em função da ausência de estrogênio, já que em nível normal, ele auxilia na metabolização de outros nutrientes essenciais para o bom funcionamento do corpo.

Se você está passando pela menopausa, não precisa se apavorar com os efeitos colaterais dessa nova fase. A sugestão é incluir na alimentação a linhaça, por exemplo, por ser repositor natural do estrógeno. Além disso, é de suma importância consultar o médico para medir seus índices hormonais e atuar na reposição, por meio de medicamentos, sempre que necessário.

Você nunca é velho demais para um sapato fabuloso.


Obtenha um mentor de moda Isso pode ser alguém na indústria ou alguém apaixonado por roupas, mas eles devem ser mais jovens. 
É preferível também que o papel seja preenchido por alguém que não é competitivo nem tem qualquer agenda que você deve olhar menos do que lindo. 

Acho uma filha de 23 anos extremamente útil. Quando trabalhamos os trilhos juntos ela tem um olho infalível para frump e uma narina igualmente sensível para o mais leve cheiro de embaraço, uma combinação perfeita que a torna minha preferência superior como companheira de compras.

E para que não pense que estou arrastando minha filha para uma chaminé do século 21, este arranjo funciona para ela também. Naturalmente, como com todos os conselhos de classe alta, você paga por ele - neste caso, em espécie. Nem é uma rua de mão única. Eu amo escolher roupas que ela nunca consideraria por conta própria, Sendo um pouco preso para o momento em um sulco do estudante.

Portanto, os resultados podem ser gratificantes para nós duas. Ela também fornece uma outra indicação sutil do que está funcionando no meu guarda-roupa como raramente está lá - é sobre suas costas ou em suas gavetas. Até eu encontrar buracos de cigarro em minha cachecol de Michael Kors, isso é bom, pois estou tão lisonjeado que minhas roupas passam o teste de estilo de 23 anos.
​fonte: Envelhecer com estilo


5 EXPERIÊNCIAS QUE VOCÊ DEVE TER ANTES DE CHEGAR AOS 70 ANOS

Malu Silva (Blogueira)
A vida é muito curta para se apegar a detalhes, mas são eles que podem fazer total diferença no que vivemos dela. Com o tempo, aprendemos que o mais importante é viver intensamente cada segundo e poder ter a consciência que fez tudo que poderia fazer.

A intensidade com que se vive pode determinar muitos aspectos da vida. Um deles é como você chegará a fase da maturidade. Quanto mais experiências você tiver, mais pleno você é capaz de se sentir. Trabalhar bem com todas as oportunidades que a vida te dá é essencial, só assim, é capaz de se sentir completo quando alcançar os seus 70 anos, por exemplo.

E sempre existe aquelas coisas que todo mundo precisa fazer antes de chegar aos 70 anos. Viver intensamente faz com que as experiências sejam marcantes o suficiente para dar a sensação de dever cumprido. Mesmo que essa não seja uma obrigação, mas sim uma indicação para que a vida faça mais sentido ao ser vivida e sentida.
​As pessoas não costumam a ser apenas em detalhes, mas eles podem fazer grande diferença na hora que se olha para o passado e se tira uma conclusão muito positiva, que acaba refletindo, e muito, no presente vivido. 

Separamos cinco experiências que você deve ter antes de chegar aos 70 anos. Elas, com certeza, farão a diferença para a sua maturidade.

1-Viver um grande amor
Nos dias de hoje, dizer que já se viveu um grande amor é uma tarefa um pouco complicada. Talvez, as pessoas não consigam entender que amar é viver intensamente também. 
Por isso, antes de chegar aos 70 anos de idade, é preciso dizer que já se viveu um grande amor. Um amor por alguém ou por alguma coisa. Uma torcida, um projeto, um parceiro ou parceira, mas um grande amor.

2-Viajar para um lugar paradisíaco 


Quando dizemos paradisíaco, não precisa ser exatamente algum lugar que é intitulado assim pelas pessoas. Esse critério é unicamente seu. O seu lugar paradisíaco pode ser bem diferente do das outras pessoas, mas é importante poder dizer e saber que já viveu essa experiência.

3-Ter uma realização profissional
Uma realização profissional não precisa ser exatamente um alto cargo em uma empresa. A sua realização profissional tem ligação com a sua satisfação. Talvez um projeto que caminhou até onde você não esperava pode ser muito mais gratificante que altos cargos. A sua satisfação é que importa.

4-Conquistar a independência

Independência não é apenas poder pagar suas contas. Isso é bastante importante, mostra que se tornou adulto, mas é essencial que se tenha também a consciência que as coisas andam e você não precisa delas para sobreviver. Pessoas, hábitos, se livrar da ideia de dependência é que é o mais importante.

5-Dizer que é Feliz 
Poder falar com todas as palavras que você é feliz ainda não é uma coisa que todos podem fazer. As pessoas ainda têm um péssimo hábito que não enxergarem que todo mundo tem dificuldades, mas elas são necessárias para o caminhar e o crescimento, não é por isso que você não é alguém feliz e realizado.

Fonte: Envelhecer com estilo
https://www.envelhecercomestilo.com.br

© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo